Conheça o

Projeto Inovador Profissional de Aprendizagem

da Faculdade CENSUPEG


Imagine um teatro onde existe um palco, bastidores, o professor do teatro, os atores, o figurino, cenário com iluminação, sonoplastia, efeitos e tudo para gerar um espetáculo fabuloso, memorável e com uma boa experiência ao ponto que todos ao final saiam comentando sobre a qualidade do espetáculo e o quão foi valiosa esta experiência.


Agora, imagine que estamos formando gestores para o teatro, mas para isso, eles aprendem assistindo a peça de teatro acontecer. Isso não faz sentido algum. A aprendizagem não vai acontecer pois os alunos não tiveram contato com o que realmente acontece nos bastidores, na organização, no planejamento e execução.


O PIPA é um projeto, e por isso ele deve ser aprendido nos bastidores, na organização, no planejamento e na execução, onde ao final de tudo pronto, todos terão um orgulho tão grande de participar desse momento que vão querer mostrar para todo mundo como foi impactante o projeto e como valeu a pena cada momento dedicado à ele.


Saiba como a conquista do

Selo Empreendedor Social CENSUPEG.

pode revolucionar a sua comunidade.


Seja parte da transformação social que desejamos

para o mundo.

Regulamento
Seja um Mentor
Acessar Palestras

Dúvidas Frequentes:



O que é PIPA?

A disciplina do PIPA - Projeto Inovador Profissional de Aprendizagem foi criada para que todos os acadêmicos de todos os cursos de graduação da Faculdade Censupeg saibam solucionar problemas, desenvolvendo soluções e implementando essas soluções desenvolvidas, através de projetos.


Quem precisa fazer o PIPA?

Todos os acadêmicos dos cursos de graduação da Faculdade CENSUPEG. O PIPA faz parte do seu currículo acadêmico, ele segue a legislação de extensão, conforme *Resolução Nº7, de 18 de dezembro de 2018 – MEC, sendo assim, é uma disciplina obrigatória.


Quem é impactado pelo PIPA?

O PIPA é um projeto voltado para o desenvolvimento de competências dos alunos que aplicam seu conhecimento na prática, portanto, é uma disciplina interdisciplinar. Os impactados, nesse processo, são todos os interessados no projeto, todo o ecossistema pertencente ao projeto em si, ou seja: o aluno, o polo onde esse aluno é matriculado, a sua região geográfica, ou seja, seu bairro, sua cidade, todas as pessoas que serão impactadas no processo e pela solução, como professores, o GSA (Gestor de Sucesso Acadêmico), gestores do polo, o grupo que executou o PIPA e principalmente o público para o qual a solução foi desenvolvida.


Quando ele acontece?

O PIPA é uma disciplina com várias tarefas a serem executadas no decorrer do semestre, mas as duas entregas que serão avaliadas com nota serão no último dia de maio e no último dia de junho, respectivamente, conforme calendário acadêmico.


Por que ele existe?

Em qualquer ambiente que você estiver atuando, profissionalmente, ou seja, colocando o seu conhecimento em prática, você desenvolverá alguma solução através de algum projeto, seja simples ou complexo. Uma vez aluno da Faculdade Censupeg, quando houver uma necessidade, vai haver alguma aplicação de suas competências como: competências socioemocionais e responsabilidade colaborativa; planejamento e autogestão; pensamento crítico, criatividade e solução de problemas; pensamento dialético; empreendedorismo social. Essas são as competências que você vai desenvolver quando fizer um PIPA.


Como ele é feito?

O PIPA é feito em grupo, preferencialmente, para desenvolver competências do século XXI, como a colaboração, precisa gerar impacto social, portanto deve ser a solução de alguma situação na sua região em qualquer lugar do Brasil. A estrutura simples, lógica baseada no Design Thinking de Tim Brown, em aplicações de Stanford e na estrutura metodológica da Universidade de Ciências Aplicadas de Tampere, resume em 4 etapas: definição do “problema”, análise do problema, prototipação e apresentação. Todas essas etapas estão devidamente detalhadas no AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem) e no site da Faculdade, www.censupeg.com.br, para que possíveis mentores possam auxiliar os grupos acadêmicos.


Quando é preciso entregar?

Como o PIPA é uma disciplina, ele tem várias entregas ao longo do semestre que auxiliam sua construção, mas as entregas oficiais são maio e junho nos trabalhos do primeiro semestre; e outubro e novembro para os projetos do segundo semestre. É importante ressaltar que essas são as datas limites, mas nada impede de entregar antes.


Quanto custa fazer o PIPA?

O PIPA custa seu tempo, criatividade, disciplina, comprometimento, dedicação, planejamento, olhar crítico inspirador e empreendedor. Todos esses recursos são de alto valor e requer um esforço acima da média. Os trabalhos devem ser feitos com os recursos disponíveis pelos alunos, não é uma obrigação desprender valores financeiros para os projetos, a criatividade do grupo vai auxiliar bastante nesse ponto.


Onde ele acontece?

Em qualquer lugar com permissão para acontecer, desde que haja um problema que o grupo esteja disposto a resolver e tenha clareza que de fato é um problema e que pode ser resolvido, ou melhor, atendido pelo grupo. Normalmente na região, cidade que o polo está situado, ou nas proximidades, cidades vizinhas etc.


O PIPA precisa ser feito em grupo?

Para que a competência de colaboração seja desenvolvida, é necessário o trabalho em equipe. Quanto mais diversidade tiver no grupo, mais eficiente ele será, maior será a quantidade de ideias e possibilidades de soluções, de diferentes perspectivas. Caso não tenha ninguém no seu polo do mesmo curso que você, certamente será um empecilho e não temos como cobrar o trabalho em grupo, mas se tiverem pessoas de cursos da mesma área que a sua, no mesmo polo, não existe razão para não fazer em equipe. Caso tenha dificuldade de formar um grupo, vá ao seu polo e o GSA (Gestor de Sucesso Acadêmico local) poderá te ajudar ou mesmo o nosso Gestor de Sucesso Acadêmico que fica na Sede o acompanhando.


O PIPA é a prática?

Sim, o PIPA é colocar todo o conhecimento e poder de articulação de todos os integrantes do seu grupo para observar sua realidade e encontrar algo que possa ser melhorado dentro da perspectiva dos ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável) sim de forma prática, por isso que precisa ter o planejamento, a execução, o registro de tudo isso, evidenciando todos os momentos de aprendizagem e execução.


O PIPA é colocar o seu propósito na rua?

O PIPA permite que você use sua criatividade, seu repertório, seu aprendizado no curso, sua cocriação com os outros componentes do grupo, somados a sua vontade de aprender e empreender, colocando seu conhecimento a prova, mostrando o que você consegue executar com o que tem em mãos, colocando a mão na massa, usando a sua cabeça, seu conhecimento junto com o do seu grupo e seu coração, pois vai despertar um olhar de cuidado para auxiliar em situações que talvez antes passassem despercebidas e essa prática certamente vai gerar clareza para o seu propósito, mais ainda!


Qual é a relação entre o PIPA e o IKIGAI?

O que significa ter uma vida (iki) em harmonia com seus desejos e expectativas (kai)? Um caminho é a mandala ikigai, uma ferramenta de autoconhecimento que aborda diversas áreas e intersecções da vida pessoal e profissional. A mandala é composta por quatro círculos que se sobrepõem: o que amo fazer, o que posso fazer bem, o que posso ser pago para fazer, o que o mundo precisa. Não é algo trivial: quando o trabalho é motivado por um propósito pessoal e há alinhamento entre seus valores individuais e os valores de uma organização, ou um projeto como o PIPA, você fica mais satisfeito e produtivo – o que beneficia todo mundo.


Que competências eu desenvolvo fazendo o PIPA?

Uma série de competências que estão sub relacionadas a essas, mas essas são as competências do egresso da Faculdade Censupeg, portanto, sem dúvidas, vocês vão desenvolvê-las bastante. São elas: competências socioemocionais e responsabilidade colaborativa, planejamento e autogestão, pensamento crítico, criatividade e solução de problemas, pensamento dialético e empreendedorismo social.


O PIPA é planejado on-line, mas é aplicado off-line?

Todo o pensamento e estruturação inicial do PIPA está no AVA, no AVA existem ferramentas e exercícios que vão te inspirar para desenvolver o trabalho, tudo isso acontece no formato on-line. Até trabalhar colaborativamente na execução do relatório de persona, mapa de empatia, planilhas, materiais colaborativos, tudo pode e deve ser feito on-line. Mas à medida que você e seu grupo se direcionam para a execução do que foi planejado, é preciso ir a campo, no local que vocês desejam impactar. Ir ao local é off-line, é ir mesmo, perguntar, entender, ouvir quem será impactado para que tanto o problema quanto a solução sejam realmente necessários.


O que é impacto social?

Seu projeto vai ter que gerar impacto social no seu ecossistema, por isso a importância de você conhecer os ODS e a partir daí entender onde você pode gerar valor, que problema social você pode ajudar a resolver. Impacto social é uma mudança significativa e positiva que aborda um desafio social premente*. *Que tem que ser feito rapidamente: 1 imediato, urgente, iminente, instantâneo, pressuroso. Que causa angústia: 2 afligente, aflitivo, angustiante, angustioso, esmagador, tormentoso.


O que são ODS e o que tem a ver com o PIPA?

ODS são objetivos de desenvolvimento sustentáveis que estão sendo conectados a qualquer projeto que for executado na sociedade 5.0 que se preocupa com o futuro da humanidade. São 17 objetivos que darão o norte para as possibilidades que o projeto pode se propor a lidar. No site: https://odsbrasil.gov.br/ existem as explicações detalhadas sobre todos os ODS.


Empreendedor social ganha dinheiro?

Cada projeto tem a sua construção e dependendo do impacto, do tipo de projeto, se o projeto for bem acolhido pela sociedade, se tiver apoio de empresas e organizações do ecossistema que estiver sendo envolvido, sim, o empreendedor social ganha dinheiro.


Para que aprender a desenvolver projetos?

Todos os profissionais do mundo são desenvolvedores de projetos e solucionadores de problemas em alguma instância. Portanto, ter essa aprendizagem em seu portfólio, vai te possibilitar desbravar caminhos talvez não pensados anteriormente.


De onde veio esse método do PIPA?

O método utilizado foi baseado em Design Thinking, na imersão que a Faculdade Censupeg fez na Finlândia e em uma metodologia com impacto social desenvolvida na Índia chamada Design da Mudança. Além de todo o expertise acadêmico da Faculdade Censupeg moldado por anos de protagonismo e inovação dentro da educação nacional e internacional.


O que eu aprendo fazendo um PIPA?

Trabalhar colaborativamente, observar o mundo ao seu redor, criatividade, cocriar, pensamento enxuto, sem recursos, voluntariado e associativismo, com essas e mais uma dezena de outros aprendizados você terá executado o PIPA o mais próximo possível de tudo que se espera, conforme explicado no AVA.


Quem me ajuda a fazer o PIPA?

Excepcionalmente em 2022, as turmas dos primeiros períodos de todos os cursos terão um professor mentor que vai acompanhar o desenvolvimento de vocês alunos em encontros nacionais que acontecem quinzenalmente, de acordo com o seu calendário acadêmico. Além disso, você tem na figura do GSA, um profissional que vai dar suporte quando o professor não puder, por exemplo, na formação de grupos, na autorização de visita a alguns locais, na disseminação de ideias e como ponto de encontro para planejamentos do trabalho. A disciplina do PIPA é, também, aberta ao público externo, ou seja, qualquer profissional que queira te ajudar, pode se cadastrar no PIPA como mentor e escolher um trabalho para aplicar mentoria, tirar dúvidas, dar ideias, planejar junto, etc. Outra figura importantíssima é o diretor do polo, esse ator vai auxiliar a todos os alunos a fazerem o evento no meio do ano de apresentação dos resultados do seu projeto. A última etapa do projeto é a apresentação de tudo que foi construído ao longo do semestre, essa apresentação deve ser registrada e a coleta desses registros deve ser feita pelos alunos e postada no AVA como evidência de entrega final do projeto.


O que o polo tem a ver com o PIPA?

O polo é o seu porto seguro para o PIPA, pode ser o local de reuniões, pode ser o local de tirar dúvidas, pois o GSA está lá para auxiliar na formação de grupos e nos suportes com a estrutura do polo para reuniões etc.


Como o polo pode se beneficiar com o PIPA?

Os Polos de apoio presenciais da Faculdade Censupeg são os pontos de abordagem que a marca CENSUPEG tem espalhados por todo o Brasil. Pontos de abordagem pois lá são compartilhados os serviços que a Faculdade disponibiliza para a sociedade. Os gestores do polo usam o lugar para eventos e formações pois é de interesse da Faculdade que o polo seja sempre bem frequentado por pessoas da sociedade e de possíveis futuros alunos. Iniciativas como o PIPA, aplicadas com o apoio do polo, tendem a fortalecer estrategicamente a marca CENSUPEG na região, uma vez que os alunos atuando externamente, precisam se apresentar, e a medida que a sociedade identifica que existem alunos da Faculdade Censupeg, identificando problemas e atuando em busca de soluções, a sociedade acolhe a faculdade com mais facilidade e passa a identificar a Faculdade como mais um local de apoio social, cumprindo o papel social que as instituições de ensino se propõem.


Como o PIPA pode ser a marca do aluno na graduação?

A medida que os alunos vão desenvolvendo seus PIPAs, eles vão deixando um rastro de conhecimento de como gerar impacto social, quando esse acadêmico se forma e começa no mercado de trabalho, ele tem no mínimo 4 projetos desenvolvidos, com resultados mensuráveis e apresentados. Isso é fazer com que o acadêmico inicie a carreira com experiência de como ir in loco e resolver uma situação desenvolvendo um projeto.


Como será a apresentação do PIPA?

A apresentação do PIPA será no mês de junho, no primeiro semestre e no mês de novembro no segundo semestre. Será feito através da organização disposta pelo polo. Alguns polos podem organizar um evento de apresentação, noites de apresentações, ou durante todo o dia. Lembrando que essa apresentação deve ser registrada e organizada para ser postada nesse mesmo período (junho ou novembro). O mais importante é que aconteça a apresentação do projeto. Essa apresentação deverá ser registrada e esse registro deverá ser postado no AVA para ser avaliado pelo professor.


Como será feito registro de tudo isso?

O registro de tudo isso deve ser feito através das postagens no AVA, o cronograma de planejamento deve ter as etapas da execução bem claras para que sejam conferidas e evidenciadas na apresentação, que deve ser postada no AVA também. Sobre o formato do registro, podem ser relatórios, apresentação de powerpoint e o próprio cronograma em excel (postado em pdf).


A apresentação precisa ser no polo?

A apresentação precisa ser no formato que o polo decidir, o local físico vai depender da disponibilidade e planejamento de cada polo.


A apresentação vai ser registrada de que forma?

O registro pode ser feito por fotos, por vídeos, de forma que consiga ser postada posteriormente no AVA.


Se o aluno não quiser fazer, o que ele faz?

Assim que os acadêmicos se matriculam na Faculdade Censupeg, são orientados sobre as informações contratuais e do serviço educacional. O PIPA é uma disciplina, o aluno não tem a opção de não fazer, ele precisa fazer para que seu curso prossiga, caso contrário ele reprova. Por essa razão é importante entender seu papel e sua responsabilidade como aluno, formando assim um círculo virtuoso entre a Faculdade e seus alunos, uma relação de construção e evolução constante.


O que é selo de empreendedor social?

Entendemos que muitos projetos terão impacto social bem forte na região. Para que esse projeto não se torne apenas um projeto acadêmico, a faculdade resolveu premiar os melhores projetos e seus respectivos polos. Para isso é preciso acessar as regras do selo empreendedor social para saber mais.